Como Superar o Medo de Investir em Ações Mesmo Sendo Um Iniciante

Nós de um modo geral temos um péssimo hábito de arrumar várias desculpas para adiarmos cada vez mais os nossos investimentos. As desculpas são várias, falta de tempo pra acompanhar as mudanças na economia, falta de conhecimento, outros acham que é necessário um curso de especialização para começar a investir, o fato é que boa parte senão a grande maioria da população brasileira ainda tem muito medo de investir seus recursos financeiros na compra de ações.

O medo acontece justamente porque a ideia de perder dinheiro é algo que assombra a todos nós. Todos sabemos o quanto é difícil ganhar o salário todo mês, e o esforço para separar parte do salário para investir já exige de muitos uma disciplina muito grande. Agora imagine, você fazer seus investimentos e ver o seu dinheiro suado indo pelo ralo! Não é  nada agradável.

Essas idéias de perder todo o dinheiro na bolsa provém muito primeiro da falta de informação de nossa parte e depois da própria mídia que divulga muitas das vezes visões um pouco fantasiosas a respeito do mundo dos investimentos, como as vezes é retratado em filmes. É claro que há riscos em se investir em ações mas todo risco é calculado, e você necessariamente não precisa correr o risco de perder todo o seu dinheiro em um investimento. Apesar de ser um tipo de renda variável existem maneiras mais seguras de se comprar ações de empresas mais consolidadas e bem administradas.

Para superar o medo de investir você deverá adotar 6 passos simples mas que farão toda a diferença na sua vida:

Passo 1 – Vença Suas Crenças Limitantes

Medo de Investir em Ações

Toda e qualquer tipo de mudança deve primeiro acontecer na sua mente. A forma como pensamos e nos relacionamos com o dinheiro pode determinar o seu sucesso ou fracasso com investimentos.

A crença limitante muita das vezes se forma ainda na sua infância, você cresce com alguns conceitos e valores errados a respeito do dinheiro e isso afeta a sua vida financeira sem você perceber. Um bom exemplo de crença limitante é: “Todo Rico é Corrupto”, “Estou Satisfeito Apenas Com Meu Salário”, “Prefiro Ser Pobre e Humilde do Que Rico e Ladrão”, “Dinheiro Não Traz Felicidade”,”Quem Enriquece Acaba Ficando Arrogante”, entre outras coisas.

Esses foram apenas alguns exemplos, temos diversos outros que podem estar te impedindo de atingir seu pleno potencial financeiro, e o pior, você não está tratando isso.

Se formos analisar cada uma das crenças citadas acima poderemos ver que não existe embasamento forte para que a mesma exista, a não ser algo que você tenha aprendido na infância e tenha alimentado ao longo da vida sem questionar ou refletir fortemente sobre essas questões.

Perceba “Todo Rico é Corrupto”, por mais que a mídia e o jornalismo dê uma ênfase em empresários e políticos corruptos existem sim empresários que enriquecem honestamente, essa é uma visão errada e preconceituosa a respeito das pessoas ricas. Devemos nos inspirar nos empresários honestos de sucesso, admirá-los e abençoa-los. Quando você fizer isso estará destravando um cadeado que prendia a sua mente a um patamar abaixo do nível em que você deverá estar para o sucesso financeiro.

Quer outro exemplo? “Estou Satisfeito Apenas Com Meu Salário”, mas aí você pode me perguntar, mas Elmar o que tem de errado com esse tipo de pensamento? Eu te responderia: Nada, se você quer passar a sua vida toda apenas dependendo do seu salário. Vivemos em um país que infelizmente não favorece o povo brasileiro, somos sobrecarregados de impostos, aumentos constantes de taxas, entre outras coisas. O trabalhador comum no final de sua vida mal consegue pagar suas contas com a sua aposentadoria e muitas das vezes precisa depender de terceiros financeiramente. Você quer esse tipo de vida? Acho que ninguém deseja isso. Por isso é fundamental começar a fazer seus investimentos o quanto antes, não se contente apenas com seu salário, busque mais, “compre” ativos.  Faça um planejamento para que você consiga chegar na aposentadoria mais tranquilo, podendo aproveitar melhor sua vida e seu tempo.

“Prefiro Ser Pobre e Humilde do Que Rico e Ladrão”, vamos parar e pensar um pouco nessa frase, não há nada de errado em ser pobre financeiramente o grande problema está em ser pobre de espírito e mentalidade. A humildade e outros atributos nobres não são privilégios apenas de quem é pobre mas de todo ser humano de carácter, seja ele rico ou pobre.  Lembre-se tenha uma mentalidade de milionário mesmo que você seja financeiramente pobre, esse é o primeiro passo para o enriquecimento.

“Dinheiro Não Traz Felicidade”, é verdade mas paga as suas contas. E pra viver nesse mundo você precisa pagar suas despesas, seja ela, aluguel, água, luz, condomínio, etc. A nossa vida deve ser equilibrada em todos os aspectos e a financeira não é uma exceção, quando damos pouca importância ao dinheiro ele simplesmente dá pouca importância para nós e não ficará ao nosso lado. A falta do dinheiro pode destruir uma família portanto cuidado com aquilo que você alimenta a sua mente. Dinheiro é algo bom mas precisa ser usado com sabedoria.

“Quem Enriquece Acaba Ficando Arrogante”, esse pensamento é bem interessante, se você tem ele ou algo parecido pare agora e pense comigo, as pessoas são o que são, o carácter delas é definido independente do dinheiro que tem. O que quero dizer é que o dinheiro é apenas uma ferramenta, ele não muda ninguém. Se uma pessoa fica orgulhosa, arrogante ou qualquer outra coisa após enriquecer na verdade ela SEMPRE foi assim, o dinheiro apenas aflorou aquilo que a pessoa realmente sempre foi.  Lembre-se, uma ferramenta é apenas uma ferramenta, ela pode ser usada para coisas boas ou ruins, depende de quem a estiver usando.

Passo 2 – Faça Cursos, Treinamentos, Adquira Conhecimento Antes de Investir

Medo de Investir em Ações

Um aspecto importante a respeito do medo é que ele também é fruto do desconhecido, daquilo que não entendemos, daquilo que não é familiar ao nosso cotidiano, portanto um passo importantíssimo para você perder o medo e conseguir fazer bons investimentos é fazer cursos, treinamentos, ler bastante e adquirir bons conhecimentos antes de escolher determinada ação ou produto para investir.

Se você é um investidor iniciante é normal se sentir inseguro, com medo e ter dúvidas sobre qual o melhor investimento a se fazer. A medida que seus conhecimentos forem aumentando a respeito do assunto sua confiança também vai, acredite, um futuro melhor te espera. Você precisa ser determinado e ter dedicação nos estudos e análises que estiver fazendo.

Não sabe por onde começar seus estudos? Um ótimo começo é o curso Investidor de Sucesso, um método passo a passo onde você aprende os principais conceitos envolvidos sobre investimento. Ele vai te dar toda a base que você precisa para começar a investir da maneira correta, reduzindo suas chances de erro. Maiores detalhes sobre esse treinamento no final do artigo.

Passo 3 – Supere o Medo de Perder Dinheiro

Medo de Investir em Ações

Um dos maiores inimigos que você investidor pode ter é o medo de perder dinheiro. O ser humano por natureza não gosta de correr riscos, normalmente a segurança é algo mais atrativo e mais confiável. Sair da zona de conforto é algo que incomoda, que vai exigir de nós algo a mais. No mundo dos investimentos o seu retorno será proporcional ao risco que está disposto a correr, ou seja, se você tem muito medo de perder dinheiro e sempre procura investimentos com risco muito baixo ou nenhum, seus rendimentos também serão muito baixos.

Toda pessoa rica que possuem vários investimentos e empreendimentos já passou por alguma situação de perda de dinheiro, umas perderam mais, outras menos mas todas elas sentiram o sabor do fracasso. Em contrapartida há uma porção de gente pobre que nunca perdeu um real investindo.

O medo de perder dinheiro existe em todas as classes sociais, a grande questão não está apenas no medo, está na maneira de lidar com as perdas. É na maneira de lidar com as perdas e fracassos que faz a diferença na vida. Em outras palavras a grande diferença entre uma pessoa rica e uma pessoa pobre está na forma como ambas lidam com o medo de perder dinheiro.

Existem diversos casos em que uma determinada pessoa teve perdas relevantes em um investimento, outras até quebraram mas algum tempo depois recuperaram suas fortunas. O segredo dessas pessoas? Sua mentalidade milionária independente da sua situação financeira e o seu relacionamento com o dinheiro. Essas pessoas sabem como ganhar dinheiro e sabem administrar o que ganham. Esse é o grande diferencial delas.

Passo 4: Treine Utilizando Simuladores

Para quem está começando nesse mundo de investimentos além dos aspectos mentais e psicológicos abordados é necessário adquirir uma certa “bagagem” com esse mundo, e nada melhor do que você simular que está investindo. Compre, Venda ações, avalie as empresas, monte uma carteira lucrativa, as possibilidades são grandes. Esse é um excelente exercício do mundo real e te tratá confiança na hora de fazer seus investimentos.

Existem diversos simuladores na internet mas os que eu recomendo são folhainvest e o Meivox Explore o máximo que puder desses simuladores e aprenda a investir na prática.

Passo 5: Diversifique Seus Investimentos

Medo de Investir em Ações

Uma forma de amenizar os seus riscos de perda é a diversificação. Entenda a diversificação como colocar seus recursos em diversos produtos, não apenas em ações. Quando você diversifica seus investimentos mesmo que algum deles tenha alguma perda, ele é minimizado pelo conjunto dos produtos investidos, ou seja, se um produto A der prejuízo e os produtos B,C e D derem lucro, as suas perdas serão minimizadas.

Um outro ponto muito importante sobre a diversificação é que ela deve ser de setores  de negócio diferentes, ou seja, se você comprar ações da Bradesco (BBDC4) e do Itaú (ITUB4) não estará diversificando, pois os fatores macroeconômicos que afetam o setor bancário vão afetar seus dois produtos e não apenas um, caso a diversificação fosse feita da maneira correta.

Passo 6: Comece Investindo Pouco Dinheiro

A última dica que quero deixar com você hoje sobre como perder o medo de investir é, começar investindo pouco. Como você está começando agora, ainda está conhecendo os diversos produtos do mercado, as empresas, as formas de se investir, etc. seria muito arriscado nesse momento investir grandes somas de dinheiro. Recomendo cautela principalmente nesse início, pois erros vão ser cometidos, e serão através deles que você se tornará um investidor melhor com o passar do tempo.

Conclusão:

Vencer o medo de investir é possível. Você precisa estar disposto a derrotar diversos “inimigos” e vencer essa batalha. A boa notícia é que muitos já passaram por essa batalha e venceram. Você também pode vencer.

Tenha sempre em sua mente que ganhos, em geral, se seguem às perdas. E as perdas são transformadas em ganhos. O fracasso deve nos inspirar a nos tornar vencedores. Sempre procure transformar cada fracasso em uma oportunidade.

 investidor_sucesso

Gostou? Marque 5 Estrelas!

Elmar Oliveira

Elmar Ricardo é empreendedor Digital e Consultor BI, começou sua vida profissional estagiando construindo sistemas, passando a analista de Sistemas de Business Intelligence. Se especializou nas ferramentas SAP e trabalhou muitos anos como consultor na área de TI. Hoje o Autor é empreendedor digital atuando em alguns nichos específicos. Investidor e Empreendedor, ajuda várias pessoas com dicas sobre finanças e mudanças de MindSet para investimentos.

Website: http://www.investidorinteligente.com.br

4 Comentários

  1. Marcos

    Bom dia, senhor Elmar. Em primeiro lugar, parabenizo-o pelo post que é de grande valia, sobretudo para quem está começando. Entretanto, tenho uma dúvida que, mesmo pesquisando, ainda não encontrei a solução. Qual seja a da quantia inicial ideal para começar na bolsa, levando-se em consideração todos os custos ( corretagem, custódia, emolumentos). Enfim, qual a posição do senhor em relação a essa quantia. Vale a pena começar com menos de 10k? E os custos? A diversificação? Gostaria de saber a opinião de vossa senhoria. Obrigado?

    • Boa tarde Marcos, que bom que você gostou do artigo, espero que esse e outros possam estar te ajudando a ter uma vida mais abundante. Com relação a sua dúvida, ela é bem interessante. Para investir em ações você obrigatoriamente não tem que ter determinada quantia para começar, basta ter a quantia necessária para adquirir o lote de ações (normalmente 100 ações) ou você também pode comprar ações de forma fracionada (onde se compra ações por um número inferior a 100). O que eu te recomendo inicialmente é fazer um planejamento de quanto você terá disponível todo mês para investir em ações. Outro passo é fazer pesquisas das empresas que você tem interesse em adquirir as ações, verifique se as empresas são bem administradas estão tendo lucros crescentes, entre outros indicadores. Um site que eu utilizo bastante para pesquisar empresas, ações e discutir bastante sobre investimentos é esse http://bastter.com/Mercado/Acao/Default.aspx. Outro ponto importante, invista todo mês um pouco, não se preocupe em querer investir 10k de uma vez em uma determinada ação, faça investimentos mais baixos e vá conhecendo o mercado, se você optar por comprar ações de uma determinada empresa por julgar que a mesma é um bom investimento faça isso de forma gradual. Espero ter ajudado. Qualquer dúvida é só nos escrever.
      Um forte abraço

  2. Bom post. Pra estar no mercado de ações você precisa ter sangue frio e uma inteligencia emocional muito grande para não se precipitar e comprar cedo demais ou vender cedo demais. Forte Abraço!

    • É isso mesmo João. Com determinação, estudo e a mentalidade correta o mercado de ações deixa de ser um bicho de 7 cabeças.
      Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *